Same Old Chic Eat Pray Love

 

For me this was the best quote from Eat Pray Love:

A friend took me to the most amazing place the other day. It’s called the Augusteum. Octavian Augustus built it to house his remains. When the barbarians came they trashed it a long with everything else. The great Augustus, Rome’s first true great emperor. How could he have imagined that Rome, the whole world as far as he was concerned, would be in ruins. It’s one of the quietest, loneliest places incRome. The city has grown up around it over the centuries. It feels like a precious wound, a heartbreak you won’t let go of because it hurts too good. We all want things to stay the same. Settle for living in misery because we’re afraid of change, of things crumbling to ruins. Then I looked at around to this place, at the chaos it has endured – the way it has been adapted, burned, pillaged and found a way to build itself back up again. And I was reassured, maybe my life hasn’t been so chaotic, it’s just the world that is, and the real trap is getting attached to any of it. Ruin is a gift. Ruin is the road to transformation.”

Achei que essa foi a melhor frase de Comer Rezar Amar 

Um amigo me levou para o lugar mais incrível no outro dia, chamado o Augusteum. Otávio Augusto construiu para abrigar seus restos mortais. Quando os bárbaros vieram destruíram com tudo. O grande Augusto, o primeiro grande imperador de Roma. Como ele poderia ter imaginado que Roma, o mundo inteiro de que ele tinha conhecimento, estaria em ruínas. É um dos lugares mais silenciosos e solitários em Roma. A cidade cresceu em torno dele ao longo dos séculos. Ela se sente como uma ferida preciosa uma mágoa que você não vai deixar para trás porque dói muito. Nós todos queremos que as coisas continuem as mesmas. Acomodados a viver na infelicidade, porque temos medo de mudança, de as coisas se desintegrando em ruínas. Então eu olhei em volta para este lugar, para o caos que tem sofrido – o caminho que tem sido adaptado, queimado, pilhadas e que mesmo assim encontrou uma maneira de construir-se novamente para cima. Então fiquei mais tranqüila, talvez a minha vida não tem sido tão caótica, é apenas o mundo que é, e a verdadeira armadilha é se apegar a quaisquer delas. A ruína é um dom. A Ruína é o caminho para a transformação.”

4 Responses to “Same Old Chic Eat Pray Love”


  1. 1 Sônia/Brasil setembro 7, 2011 às 2:15 am

    Estou lendo COMER REZAR AMAR e fiquei curiosa a respeito deste lugar.
    Adorei as imagens e as informações contidas no texto.
    Sônia/Brasil

  2. 3 thaispserafini outubro 21, 2010 às 10:30 pm

    So nice and inspiring, love it😉 so let’s get inspired and go on, ma friiiend!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow me at Bloglovin’

bloglovin


%d blogueiros gostam disto: